Caixa d‘água tomba sobre prédio e atinge mulher

Acidente ocorreu no condomínio Leme II, em Santa Cruz, e vítima estava sendo atendida pelos bombeiros, por volta das 9h.

Foto: Reprodução/Tv Globo

Via g1


Uma caixa d’água tombou em cima de um dos prédios do Condomínio Leme II, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, na manhã desta quarta-feira (15).


Até a última atualização desta reportagem, o Corpo de Bombeiros tinha confirmado uma vítima: Marcela Ferreira, de 31 anos, foi ferida na perna e estava sendo atendida no local, por volta das 9h.


O reservatório ficava em cima de uma casinha de manutenção e cedeu, arrancando partes da lateral do edifício de cinco andares. Marcela estava em casa, no primeiro andar, e foi atingida por destroços.


A comerciante Daniele Santos de Freitas estava abrindo sua banquinha quando a torre veio abaixo. “Eu vi quando começou a tremer. A caixa d’água saiu rasgando o prédio. Achei que o apartamento ia cair”, narrou.


Daniele reclamou da manutenção do condomínio. “Os prédios estão rachados. Quando lava em cima, molha embaixo. Dizem que é Minha Casa Minha Vida, não é: é ‘Minha Casa Minha Dívida’”, disse.


A 36ª DP (Santa Cruz) vai investigar, além da lesão corporal, o crime de desabamento ou desmoronamento.


O Código Penal prevê, em seu artigo 256, que “causar desabamento ou desmoronamento, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem” tem pena de até quatro anos de reclusão, mais multa.


Se o crime for entendido como culposo (sem intenção), a pena cai para até um ano de prisão.



0 visualização0 comentário