Câmara aprova inclusão de duas denúncias contra Gabriel

Ele é acusado de filmar sexo com jovem de 15 anos e abordar menor em situação de rua. Conselho de Ética se reúne nesta terça-feira (19/4)

Via Metrópoles


O processo de cassação na Câmara de Vereadores contra o vereador e ex-PM Gabriel Monteiro (PL) ganhou mais duas denúncias nesta segunda-feira (18/4). Uma na qual ele foi denunciado pelo Ministério Público por filmar cenas de sexo com uma adolescente de 15 anos e outra por abordar menor em situação de rua. Neste último caso, ele aparece em vídeo acariciando o pescoço da menina de 10 anos.


A inclusão das denúncias foi aprovada por unanimidade pelos integrantes da Comissão de Justiça e Redação da Casa. O Conselho de Ética e Disciplina e Decoro Parlamentar volta a se reunir nessa terça-feira (19/4), a partir das 14h30.

Com a ampliação da representação, o relator do caso no Conselho, o vereador Chico Alencar (PSol), terá cinco dias para notificar Gabriel Monteiro. A partir daí, o vereador contará com mais 10 dias úteis para apresentar sua defesa. Para perder o mandato, o vereador deverá receber 34 dos 51 vereadores em sessão plenária.


Vereador-youtuber, Gabriel Monteiro é acusado de estupro por quatro mulheres; assédio sexual e moral por ex-funcionários, além de forjar filmagens com pessoas em situação de vulnerabilidade para postar na internet.

0 visualização0 comentário