Ipespe: Bolsonaro oscila 1%, e distância para Lula é menor desde julho

Bolsonaro teve crescimento dentro da margem de erro em pesquisa do Ipespe, mas distância para Lula não era tão curta desde julho de 2021

Isac Nóbrega/PR e Deputado Rosemberg

Via Guilherme Amado (Metrópoles)


Uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (13/5) pelo Ipespe mostrou que Bolsonaro oscilou positivamente 1% nas intenções de voto e chegou aos 32%, enquanto Lula se manteve estável com 44%. Apesar de estar dentro da margem de erro, a oscilação de Bolsonaro fez com que a distância para o petista atingisse o menor patamar desde julho de 2021.


O cenário permanece o mesmo para todos os candidatos da terceira via. Ciro Gomes continua na terceira posição, com 8%, seguido por João Doria (3%), André Janones (2%) e Simone Tebet (1%). Segundo o Ipespe, a margem de erro da pesquisa é de 3,2%.

A projeção para eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro também ficou inalterada. O petista permaneceu estável, com 54% das intenções de voto, enquanto o presidente subiu um ponto percentual e alcançou os 35%.


O crescimento de Bolsonaro se fez presente até em cenários improváveis de segundo turno. Em uma das simulações, Bolsonaro derrotaria João Doria na disputa, com 40% contra 38% do tucano.

Para fazer a pesquisa, o Ipespe entrevistou 1.000 pessoas, por telefone, entre os dias 9 e 11 de maio.




25 visualizações0 comentário