Presidência: PSD terá candidatura própria

O presidente nacional do PSD afirmou que a diretriz prioritária do partido, definida há quatro anos, é postular suas próprias ideias através de uma candidatura única à Presidência da República.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Via CBN


O presidente do PSD, Gilberto Kassab, confirmou à CBN que o partido terá candidatura própria nas eleições presidenciais de 2022. Os nomes ventilados até o momento, do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e do ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, não avançaram.


A sigla tentou conversar com o ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, mas ele recusou a proposta de retorno à política. O PSD, de acordo com Kassab, trabalha para encontrar um nome em breve para obedecer à diretriz definida há quatro anos. Segundo ele, o esforço prioritário é postular 'ideias próprias'. Isso seria feito através de candidaturas ao Planalto e ao comando dos estados majoritários.


'Com certeza, posso afirmar que não vamos fazer coligação', disse Kassab. 'Não faz sentido um partido existir para apoiar um candidato de outra sigla no primeiro turno em um país que tem dois turnos.' O presidente da legenda conta que foi procurado pelos dois polos do espectro político, tanto pelo governo quanto pelo ex-presidente Lula, mas teria deixado claro sua intenção de não declarar apoio na primeira fase do pleito.

0 visualização0 comentário