O risco de uma nova prisão de Garotinho

Com a decisão do STF nesta sexta-feira (01), que mantém todas as provas da Operação Chequinho, Garotinho permanece inelegível. Mas o pior ainda está por vir.



Via Click Campos


Sonhou com o Guanabara e poderá acordar em Bangu. O ex-governador Anthony Garotinho apostou todas as fichas em possíveis absolvições de seus crimes, já julgados, e se lançou ao cargo de governador. No entanto, com a decisão do STF nesta sexta-feira (01), que mantém todas as provas da Operação Chequinho, Garotinho permanece inelegível. Mas o pior ainda está por vir.


Na última semana foi iniciado o seu julgamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) iniciou o julgamento em segunda instância do mesmo processo. Na decisão da relatora, a desembargadora Katia Junqueira, foi pedido o aumento da pena em 9 meses e 2 dias, indo para quase 10 anos de cadeia.


Dois desembargadores pediram vista do processo, e o voto deve ser proferido nos próximos dias. No entanto, mesmo que sejam favoráveis ao pedido da defesa, não mudará muita coisa, já que o placar está em 4×0. Com isso, o risco de uma prisão após condenação em segunda instância é alto.

0 visualização0 comentário