Policial interrompe o próprio casamento para prender criminosos no Rio de Janeiro

Atualizado: 1 de abr.

Bandidos invadiram condomínio onde estava sendo realizada a cerimônia.

O policial militar Rodrigo Prujansky, 40 anos, interrompeu o próprio casório no último sábado (26), após ouvir diversos tiros próximo ao salão onde acontecia a cerimônia, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio de Janeiro.


Os disparos aconteceram no momento em que a noiva fazia seus votos. O policial, então, saiu da própria cerimônia e foi perseguir os bandidos.


Para o UOL, Rodrigo contou que ele e outros 30 amigos, que estavam na festa e também são policiais, foram atrás da ocorrência e lá encontraram policiais do Choque, que lhes informaram sobre o caso.


“Fomos surpreendidos com uma troca de tiros, como estava muito próximo, decidimos verificar a situação. A gente age como cão pastor, a gente é treinado para proteger o rebanho. Então na hora, a gente se agrupou no automático e encontramos um policial do Choque que passou a orientação e começamos a seguir pelo condomínio”, disse.

A ocorrência em questão foi o sequestro de um empresário que passava pelo Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. Os bandidos estavam com o homem no carro, quando foram localizados pela polícia.


Houve perseguição e troca de tiros, e os sequestradores bateram em outros carros. Um foi baleado e morreu, um fugiu e outros dois foram presos.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo