PT e PSD fecham chapa em Minas Gerais

PT abriu mão da vaga ao Senado e indicará André Quintão para a vaga de vice de Kalil na chapa ao governo do estado

Ricardo Stuckert/divulgação/PT

Via Metrópoles


O PT e o PSB fecharam nesta quinta-feira (26/5) um acordo em Minas Gerais com apoios mútuos entre o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), candidato ao governo estadual, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tentará voltara ao Palácio do Planalto.

pt-e-psd-fecham-chapa-em-minas-gerais

O acordo foi selado em um encontro entre Lula e Kalil na manhã desta quinta-feira, em São Paulo.


A aliança se tornou possível depois que o PT abriu mão da candidatura ao Senado de Reginaldo Lopes (PT), que havia sido lançada no mês passado. A candidatura ao Senado ficou com o atual senador Alexandre Silveira (PSD).


Silveria asumiu recentemente o mandato, após a saída de Antonio Anastasia para o Tribunal de Contas da União (TCU). Agora, tentará a reeleição.


Em contrapartida, o PT ocupará a vaga de vice na chapa de Kalil, que ficará com o deputado estadual André Quintão.


Reginaldo Lopes e o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Agostinho Patrus (PSD), serão os coordenadores da campanha.

Minas Gerais é o segundo maior colégio eleitoral do país, concentrando 10,65% dos eleitores brasileiros.


A aliança de Lula e Kalil no estado terá como principal adversário o atual governador, Romeu Zema (Novo), que tem o apoio de Jair Bolsonaro (PL).

0 visualização0 comentário