Rio volta a normalidade após fortes chuvas

Cidade registrou pelo menos 14 bolsões provocados por pancadas que atingiram todas as regiões

Foto: Divulgação

Via Jornal O Dia


Pelo menos 14 bolsões foram registrados entre o fim da noite e a madrugada deste sábado (9), quando a cidade foi atingida por fortes e moderadas pancadas de chuva. De acordo com o Centro de Operações Rio, o município entrou em estágio de mobilização às 21h25 de sexta e voltou ao estágio de normalidade às 5h deste sábado.


Até às 6h30, pelo menos três bolsões ainda eram registrados na cidade. Um na Avenida Presidente Vargas, no Centro, altura da Francisco Bicalho, na Cidade; na Praça da República, próximo à Rua Vinte de Abril; e o último na Rua Carmela Dutra, na Tijuca, Zona Norte.


Outros bolsões foram registrados na Zona Sul, em Copacabana, Ipanema, Catete e Glória. Na Zona Norte, pontos com acesso bloqueado pela altura da água em Vila Isabel, Andaraí, Manguinhos e São Cristóvão. A Zona Oeste teve ocorrências na Barra da Tijuca.


De acordo com o Sistema Alerta Rio, a chuva que caiu na cidade foi provocada por núcleos mais intensos que atuaram sobre a cidade nas últimas horas e se afastam em direção à Baía de Guanabara e Baixada Fluminense. A tendência para as próximas horas é de redução dos acumulados. Grajaú e Tijuca foram os bairros com maiores acumulados durante a madrugada.


Próximo à Praça Afonso Pena, na Tijuca, a chuva levou o lixo para a rua e, ainda pela manhã, haviam sinais da sujeira que se espalhou durante a madrugada.


Para este sábado, a previsão é de céu nublado ou parcialmente nublado, com possibilidade de sol entre nuvens durante a manhã, chuva fraca. Durante tarde e noite, estão previstas pancadas de chuva. A previsão do tempo é de mínima de 19°C e máxima de 32°C.

"Áreas de instabilidade em altos e médios níveis da atmosfera atuando em conjunto com o calor e a alta umidade manterão o tempo instável no Município do Rio de Janeiro neste sábado", diz previsão do sistema.

Petrópolis


Durante a madrugada deste sábado, as sirenes também foram acionadas pela Defesa Civil na cidade de Petrópolis devido à previsão de chuva forte no município. A cidade entrou no alerta máximo após núcleos de chuva, de intensidade forte e moderada que atuavam na capital, se deslocaram em direção à Cidade Imperial.


Segundo atualização da Defesa Civil, por volta das 3h da manhã, os núcleos de chuva se afastaram do município. Ao longo da madrugada, as equipes operacionais do órgão realizaram ronda preventiva por toda a cidade. As equipes ainda enviaram alerta por SMS, por grupos de aplicativo. Não houve registro de ocorrência em função da chuva na madrugada.


A previsão para este sábado permanece de chuva, que ao longo do dia pode ter intensidade fraca a moderada. Durante a noite, pode haver pancadas de chuva forte. "A Defesa Civil permanece monitorando as condições de tempo e emitirá informes e alertas a qualquer momento no período, se necessário", informou o órgão.


Durante a madrugada deste sábado, as sirenes também foram acionadas pela Defesa Civil na cidade de Petrópolis devido à previsão de chuva forte no município. A cidade entrou no alerta máximo após núcleos de chuva, de intensidade forte e moderada que atuavam na capital, se deslocaram em direção à Cidade Imperial.


Segundo atualização da Defesa Civil, por volta das 3h da manhã, os núcleos de chuva se afastaram do município. Ao longo da madrugada, as equipes operacionais do órgão realizaram ronda preventiva por toda a cidade. As equipes ainda enviaram alerta por SMS, por grupos de aplicativo. Não houve registro de ocorrência em função da chuva na madrugada.


A previsão para este sábado permanece de chuva, que ao longo do dia pode ter intensidade fraca a moderada. Durante a noite, pode haver pancadas de chuva forte. "A Defesa Civil permanece monitorando as condições de tempo e emitirá informes e alertas a qualquer momento no período, se necessário", informou o órgão.

0 visualização0 comentário