Temporal deixa ao menos 13 mortos no RJ

Atualizado: 6 de abr.

Em Paraty, sete pessoas da mesma família morreram.

Foto: Prefeitura de Angra dos Reis

Quase dois meses após a tragédia em razão das fortes chuvas que atingiram Petrópolis, na Região Serrana do Rio, o Estado do Rio volta a sofrer com a tempestade.


Desta vez, a Costa Verde do Rio e a Baixada Fluminense foram as mais atingidas. Até o momento, 13 pessoas morreram em decorrência do temporal, sendo sete delas em Paraty, cinco em Angra dos Reis e uma em Mesquita.


Em Paraty, sete pessoas de uma mesma família não resistiram após o deslizamento de terra na comunidade de Ponta Negra. Lucimar e seis filhos, Lucimara de Jesus Campos, 17, Luciano de Jesus Campos, 15, Jasmin, 10, Yasmim, 8, Estevão, 5, e João, 2, não resistiram. Um sexto filho, identificado apenas como Dorqueu, de 9 anos, foi resgatado com vida e foi encaminhado para o Hospital de Praia Brava.


APOIO


O ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, já determinou a ida do secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, ao estado, para visitar os municípios mais atingidos pelo desastre natural.


Em nota, o governo federal informou que a Defesa Civil Nacional já está no Rio de Janeiro ajudando nas ações de resposta e no socorro às vítimas. Como parte do apoio federal, também foram acionadas aeronaves das Forças Armadas para transportar militares do Corpo de Bombeiros para as regiões mais afetadas.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo