WhatsApp: como fazer chamadas em grupos de até 32 pessoas

Aprenda a fazer ligações para vários contatos ao mesmo tempo no aplicativo.

Foto: Dado Ruvic/Arquivo/Reuters

Via g1


O WhatsApp liberou um novo limite para chamadas de voz no aplicativo. Agora, os usuários podem fazer ligações em grupos com até 32 pessoas ao mesmo tempo.


A novidade chegou em uma atualização do aplicativo para iOS e Android. Até então, a capacidade máxima para chamadas de voz no aplicativo era de 8 participantes.


O WhatsApp também mudou o visual das chamadas para facilitar a conversa entre várias pessoas. O recurso está disponível a partir da versão 22.8.80 do iOS (para iPhone) e 2.22.8.79 no Android.


Foto: Divulgação

Antes, a empresa já tinha anunciado novidades para facilitar a troca de mensagens de voz no WhatsApp, como a opção de ouvir mensagens fora da janela das conversas e acelerar a velocidade e áudios.


Confira os passos para iniciar uma chamada com até 32 pessoas no aplicativo:


  • Clique no botão "Chamadas" no canto inferior do aplicativo;

  • No topo da tela, selecione o ícone do telefone, com um sinal de "+" (mais) ao lado;

  • Escolha a opção "Nova chamada em grupo" e adicione os contatos;

  • Selecione o ícone do telefone para iniciar a chamada.

Ainda é possível iniciar uma chamada de voz diretamente nos grupos. Nesse caso, basta clicar no ícone de telefone e selecionar as pessoas com quem deseja falar.


Um detalhe importante: só é possível adicionar para um chat de voz números que já estão salvos na agenda de contatos.


Pacote de novidades


A novidade faz parte de um pacote de novidades que o popular aplicativo de mensagens revelou há algumas semanas.


Em breve, os usuários do aplicativo vão poder reagir a uma conversa só com emojis, como já é possível fazer no Facebook, compartilhar arquivos de até 2GB e os administradores de grupos vão poder apagar mensagens de conversas.



Foto: Divulgação

Os recursos preparam o terreno para o WhatsApp Comunidades, ferramenta que vai permitir agregar vários grupos em um espaço compartilhado.


Ela já está em testes para alguns usuários e deve começar a funcionar em todo o mundo ainda neste ano, mas, no Brasil, só depois das eleições.

18 visualizações0 comentário