Alerj aprova repasse de dinheiro para Uenf reformar Arquivo Público de Campos

Deputado estadual Bruno Dauaire foi um dos coautores do projeto e destacou empenho pela união de esforços

Foto: Divulgação/Alerj

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, na sessão desta quinta-feira (16), o repasse de R$ 30 milhões do Fundo Especial do próprio Legislativo para três projetos da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), incluindo a obra de reforma do Arquivo Público Municipal de Campos. Também fazem parte do pacote a criação de um museu e uma escola de extensão na casa sede da Fazenda Campos Novos em Cabo Frio.


Um dos coautores da lei foi o deputado estadual Bruno Dauaire (PSC), que participou da entrega do projeto e destacou a importância da revitalização do Arquivo Público. “Essa obra no Arquivo Público de Campos é uma conquista histórica para toda a região. É um acervo que precisa ser digitalizado, é um prédio histórico que precisa de reforma e eu sabia que o presidente André Ceciliano, junto com os demais deputados, não deixaria esse importante instrumento cultural de fora do apoio da Alerj. Queria parabenizar ainda o prefeito Wladimir Garotinho, que também foi incansável na busca por esses recursos, assim como o reitor da Uenf Raul Palacio”, declarou Dauaire.

Ceciliano apresentou a proposta de repasse da verba durante visita a Campos, em 29 de setembro. No início de outubro, Bruno, Wladimir e Raul Palacio se encontraram com o presidente da Alerj e apresentaram as plantas e a planilha de custo orçamentário do projeto de restauração do prédio histórico do século XVII.


Na ocasião, ficou orçado em aproximadamente R$ 20 milhões todo o projeto envolvendo o Arquivo Público. De acordo com Ceciliano durante a votação desta quinta, o restante da verba seria destinada em 2022, dependendo do andamento das intervenções.


O dinheiro será repassado à Uenf, que será responsável pela execução do projeto. Além do Arquivo, o Solar do Colégio também é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

0 visualização0 comentário